Máscara anti-estrias

agosto 13, 2008

1º Passo

Faça uma gomagem para remover as células mortas.

Receita da gomagem:

2 colheres de fubá

2 colheres de aveia

2 colheres de germe de trigo

4 colheres de água

Misture tudo e massageie em toda a região a ser tratada. Em seguida, utilize uma bucha vegetal levemente umedecida e faça movimentos circulares.

2º Passo

Energizando a pele. Massageie as estrias em movimentos contrários à sua direção. Por exemplo, se as estrias forem horizontais, faça movimentos verticais. Os movimentos devem ser fortes e intensos para que a circulação seja ativada. O local ficará vermelho e quente. A massagem pode ser feita com rosa mosqueta ou óleo de germe trigo. Em seguida, aplique uma máscara de mel puro em toda a extensão tratada e coloque um filme plástico em cima deixando agir por cinco minutos.

3º Passo

Retire com água corrente e aplique uma loção

Receita da loção:

½ litro de soro fisiológico

5 gotas de ginseng

2 gotas de própolis

5 cenouras batidas na centrífuga

Misture os ingredientes. Com um algodão embebido nesta loção, faça uma aplicação por 5 minutos e deixe a região descansar.

Tem gente que diz que mulher sem nenhum “defeitinho” não existe, e as estrias estão aí para comprovar que não existe mesmo. Todas as mulheres – e até homens – estão sujeitos a essas inconvenientes cicatrizes que aparecem por diferentes motivos e chegam sem aviso prévio. Magras, altas, gordinhas, saradas, quem engorda e emagrece muito rápido, grávidas, garotos que fazem musculação… Todo mundo pode ter. E se você tiver predisposição genética, ou seja, se sua mãe tem estrias, é ainda mais certo que elas possam aparecer em você.

De acordo com o dermatologista Luiz Roberto Terzian, que desenvolve um estudo sobre estrias na Unifesp (Escola Paulista de Medicina), a estria se forma com o rompimento e conseqüente lesão das fibras elásticas e colágeno da pele. “Quando há um crescimento muito rápido e a elasticidade da pele não agüenta, as cicatrizes se rompem. Isso acontece especialmente na adolescência, quando ocorre o maior crescimento do nosso corpo”, explica.

O dermatologista Otávio Macedo, especialista em dermatologia e estética, diz que na adolescência a produção dos hormônios estrógeno e progesterona aumentam, e é mais fácil as fibras de colágeno e elastina se romperem. Portanto, nessa época é normal que as estrias apareçam, principalmente em determinas regiões, como os seios, coxas, costas, bumbum e barriga.

Luiz Roberto associa a formação da estria com uma bexiga de aniversário bem cheia, e esvaziada em seguida. “A borracha não suporta o crescimento, e quando a bexiga murcha, você percebe que ela ficou cheia de marquinhas. No efeito sanfona, por exemplo, a pessoa engorda e a pele estica, mas ela só percebe o aparecimento de estrias quando ela emagrece”.

Identificando a inimiga

Existem dois tipos de estrias: as avermelhadas, que são as mais recentes, e as esbranquiçadas, mais antigas. Se o tratamento for iniciado quando as estrias ainda estiverem vermelhas, ele terá mais resultado, pois nessa fase as células têm mais capacidade regenerativa. Quando a estria já está branca, os tratamentos conseguem apenas estreitá-la e atenuar a depressão.

Então, o que fazer?

A estria é um problema que não tem solução total, mas o dermatologista Otávio Macedo afirma que já existem tratamentos médicos e estéticos que podem suavizar bastante as cicatrizes. Segundo ele, os procedimentos que dão mais resultado são aqueles realizados por médicos especializados, pois são tratamentos mais agressivos. Alguns exemplos são os cremes à base de ácidos, injeções de vitamina C, microdermoabrasão, lixamento da superfície, peeling e laser. Existe também uma técnica chamada cromopeeling, um tipo de “tatuagem” para disfarçar as cicatrizes. Em todos os casos, é muito importante não tomar sol enquanto você estiver fazendo qualquer tipo de tratamento.

Esses tratamentos costumam compreender várias seções e, por isso, podem acabar ficando caros. Quem precisa de uma solução mais acessível, pode tentar um creme manipulado, mas sempre receitado por um médico. “Os bons cremes precisam de receita médica”, explica o Dr. Luiz Roberto.

“A prevenção é o melhor remédio”

As estrias podem aparecer mesmo se houver prevenção, mas tomar alguns cuidados é a melhor forma de evitar o problema. “Portanto, mesmo que você não tenha, ou tenha poucas estrias, passar um hidratante após o banho é sempre bom”, diz o Dr. Otávio. “Cremes com colágeno e vitamina E associados com massagem podem fazer com que as estrias apareçam com menos intensidade ou não apareçam. Mas isso não significa que você estará livre delas”, acrescenta Luiz Roberto.

Além disso, manter o corpo bem hidratado, bebendo cerca de dois litros de água por dia, evitar oscilações de peso e não exagerar na musculação (pratique atividades físicas com moderação) também ajuda a manter as estrias longe do seu corpo. Mulheres grávidas devem dar atenção especial à hidratação da barriga e dos seios, partes do corpo que crescem bastante nessa época e acabam sendo alvo das estrias.

Que mulher que não gostaria de se entregar todos os dias nas mãos de profissionais tarimbados para cuidar do rosto, corpo e cabelos? Porém, com a correria do dia-a-dia, nem sempre isso é possível e o jeito é lançar mão dos tratamentos potentes para fazer em casa mesmo.

Para te ajudar a ficar mais linda, especialistas dos mais disputados centros de estética e spas do Brasil dão as melhores receitas caseiras para você cuidar do corpo, rosto e cabelo.

Antes de iniciar qualquer um destes procedimentos, prepare o ambiente. Coloque para tocar uma música bem alto-astral e deixe a luz do sol iluminar o local. Acenda uma vela aromática e ou incenso para perfumar a área. Depois é só relaxar e curtir este momento só seu.


1. Hidratar, clarear e afinar a pele do joelho, cotovelo, axila e verilha
Coloque uma colher de sobremesa de manteiga de karité em um potinho, adicione uma colher de sopa de semente de gergelim ou semente de linhaça e misture bem. Friccione com as mãos nas regiões e deixe agir por cinco minutos. Lave suavemente com sabonete líquido, seque e hidrate com creme de manteiga de karité.
Freqüência: uma vez por semana.


2. Hidratação para cabelos tingidos, com reflexo ou luzes
Aplique uma máscara capilar de manteiga de karité em toda a extensão dos fios, evitando contato com a raiz. Envolva os cabelos com papel-alumínio com a parte luminosa em contato com os fios. Deixe agir por 20 a 30 minutos. Lave e enxágüe com xampu e condicionador indicados para o seu tipo de cabelo.
Freqüência: uma vez por semana ou sempre que sentir necessidade.


3. Máscara para mãos mais macias
Derreta em banho-maria um pouco de parafina sólida, espere esfriar sem que endureça e mergulhe as mãos. Assim que aderir a pele, envolva-as com filme plástico. Retire a parafina depois de agir por 30 minutos.
Freqüência: uma vez por semana.


4. Tonificação para a pele flácida das fumantes
Descasque e amasse a polpa de um kiwi. Aplique sobre a pele como um exfoliante. Em seguida retire com água fria. Depois aplique uma compressa com gaze umedecida em suco de maracujá e deixe agir por 20 minutos. Para finalizar é só fazer uma máscara de manga com iogurte natural (bata a manga e o iogurte no liqüidificador) e deixá-la agir por 10 a 15 minutos. Lave com sabonete neutro e, se sentir a pele repuxar, aplique um hidratante indicado para seu tipo de pele.
Freqüência: uma vez por semana ou quando que sentir necessidade.


5. Lifting facial caseiro
Lave o rosto com sabonete neutro e em seguida aplique uma compressa de gaze umedecida em chá de camomila gelado. Deixe agir por cinco minutos. Depois aplique uma máscara feita com clara de ovo levemente batida. Retire com água gelada após 15 minutos. Esse tipo de lifting facial é bastante indicado para preparação da pele antes da maquiagem, pois tem um efeito extremamente rápido.
Freqüência: uma vez por semana ou sempre que sentir necessidade.


6. Banho relaxante para os pés
Prepare uma bacia com água morna. Coloque no fundo dela bolinhas de gude, uma colher de sopa de sal grosso, camomila a gosto e uma pedrinha de cânfora. Massageie os pés com as bolinhas de gude por 30 minutos.
Freqüência: pode ser feito diariamente.


7. Compressa contra olheiras
Uma alternativa caseira é utilizar água morna, alternada com água bem gelada ao lavar o rosto. A água quente é vasodilatadora, e a água gelada é vasoconstritora, o que provoca um choque térmico, ativando a circulação e acalmando assim a região dos olhos.
Freqüência: pode ser feito diariamente.


8. Suavização e prevenção de estrias
Lave a área das estrias com um sabonete que contenha elastina. Com uma bucha vegetal, massageie suavemente com movimentos circulares. Enxágüe bem e, em seguida, passe óleo de amêndoa doce ou óleo de rosa mosqueta. Este tratamento pode ser feito até três vezes por semana. Para reforçar este cuidado, aplique sobre as estrias uma máscara de algas em pó diluída em água morna até virar uma pasta. Deixe agir por 25 a 30 minutos. Lave com água morna e seque.
Freqüência: a máscara pode ser aplicada uma vez por semana.


9. Massagem para amenizar as rugas
De frente para um espelho, massageie o rosto todo com movimentos circulares, de baixo para cima e de dentro para fora. Após a massagem, aplique um creme antiidade.
Freqüência: dias alternados.


10. Descoloração de pêlos corporais
Primeiro proteja a pele com óleo de amêndoas ou vaselina sólida e só depois aplique a mistura de pó descolorante com água oxigenada 30 volumes. Deixe agir até que os pêlos clareiem. Retire com água em abundância. Em seguida, aplique um creme hidratante. Evite esse tratamento se a pele estiver irritada.
Freqüência: a cada 15 dias.

Estrias

maio 16, 2008

O aparecimento de estrias nada mais é que uma “rachadura” na pele, que é formada por três camadas – epiderme, derme e hipoderme.Na derme, existe uma maior concentração de fibras. O conjunto de fibras é responsável pela elasticidade da pele, já que forma um verdadeiro elástico composto de colágeno e elastina, entre outros elementos. O rompimento destas fibras forma uma cicatriz interna e origina a estria.As razões são as mais diversas, podendo ser um aumento rápido de peso, um grande acréscimo de massa muscular em pouco tempo, alterações hormonais, ganha e perde de peso constante, obesidade, entre outros.

A dermatologista da Unifesp, Ediléia Bagatin, afirma que estudos recentes apontam para uma tendência genética em que há um defeito da resposta do tecido conjuntivo da pele em ocasiões de estiramento exagerado.

Estrias avermelhadas são as mais recentes. Ediléia explica que “nessa fase há um componente inflamatório”, por isso a diferença na cor das estrias mais tardias. Estas últimas são brancas e são as chamadas “cicatrizes lineares”, não apresentam mais o processo inflamatório, mas sim uma certa atrofia da pele.As promessas dos diversos cremes existentes no mercado para prevenir, ou até mesmo acabar com as estrias, parecem duvidosas. A dermatologista ressalta que ainda há dúvidas que uma boa hidratação pode prevenir ou melhorar o aspecto feio na pele causado pelas estrias. Eles apenas hidratam a pele, segundo Ediléia.”O melhor tratamento é o uso do ácido retinóico na forma de creme, em concentrações altas, e também na forma de peeling químico”, diz a dermatologista. Os cremes podem ser aplicados em casa e o peeling só sob prescrição e acompanhamento médico.

ELIMINE AS ESTRIAS!

maio 6, 2008

Elas surgem com o rompimento de fibras elásticas, causado por um aumento rápido de peso ou massa muscular, alterações hormonais, obesidade, famoso efeito sanfona, uso indiscriminado de corticóides, entre outros fatores. Mais do que um incômodo estético, provoca baixa auto-estima, fazendo com que homens e mulheres passem a vida escondendo o próprio corpo. Uma boa notícia: agora é possível de livrar das estrias com Galvanic Punture Terapy!
Como é: o tratamento consiste em estímulos físicos e elétricos. Através de uma pequena agulha, que estimula uma complexa regeneração tecidual. Ocasionando melhora da flacidez local, harmonização do tom da pele, recuperação da textura original com nivelamento do tecido. Os resultados são visíveis tanto em estrias vermelhas, quanto em estrias brancas com mais de 10 anos!
Contra-indicação: portadores de marca-passo, gestantes, diabetes, hemofilia, síndrome de Custhing e pacientes que façam uso em grande quantidade de corticóides e ou esteróides.
Avaliação: o número de sessões, intervalos entre os procedimentos, bem como outras técnicas a serem associadas, são indicados após uma consulta personalizada, pois são levados em consideração fatores como idade do paciente, coloração das estrias, região acometida, quantidade, largura, idade da lesão, etc. Tais informações são importantes para que se monte um protocolo de tratamento de acordo com as necessidades e expectativas individuais de cada paciente.

Apague a tatuagem
Quantas pessoas você conhece que se arrependeram de ter tatuado o corpo e por não terem a opção de apagá-las, fizeram outra por cima? Não é preciso mais disfarçar o problema, pois com o tratamento a laser, é possível apagar as tatuagens mais recentes.
Como é: o laser nada mais é que a amplificação da luz pela emissão estimulada da radiação. Essa luz amplificada é absorvida pelo tecido alvo, causando o seu rápido aquecimento e logo depois a sua destruição. O laser age diretamente no problema a ser solucionado e não causa lesões na pele, evitando, assim, a formação de cicatrizes. Pulsos de luz do laser quebram a tinta da tatuagem, os pigmentos de profundidade absorvem o laser, que irá aquecê-los, fazendo com que eles se fragmentem em micropartículas.
Contra-indicação: porém, esta técnica de tratamento é contra-indicada para gestantes e pacientes que façam uso em grandes quantidades de esteróides e ou corticóides.
Avaliação: pode ser aplicada em todos os tipos de pele, mas é necessário fazer uma consulta de avaliação minuciosa, pois fatores como idade do desenho, tipo de tinta utilizada, cores utilizadas, tamanho, localização, foto-tipo de pele do paciente são determinantes para a indicação do número de sessões de laser para remoção.

Veja mais:

Corpo no divã

A pele estica e se rompe, a borda cicatriza e pronto, seu corpo ganhou uma estria, marca mais do que indesejada tanto para homens como para mulheres. E para piorar a situação, ainda não existem tratamentos que eliminem totalmente esses abomináveis sinais que insistem em permanecer.

A prevenção é a melhor forma de tratamento e hidratar intensamente a pele é de extrema importância. Vários fatores contribuem para o aparecimento das estrias, e mesmo prevení-las é complicado. “As causas de seu aparecimento são muitas como: crescimento na puberdade, aumento de peso, gravidez ou o uso crônico de medicamentos a base de corticosteróide”, explica o cirurgião-dermatológico Rogério Ranulfo.

O problema, que atinge mais mulheres do que homens pode estar presente em qualquer parte do corpo, mas geralmente atacam as áreas mais femininas, como bumbum, seios e barrigas“. Para cada lugar e tipo de estria é indicado um tratamento”, afirma o especialista. Pensando em todas essas dúvidas, separamos alguns tratamentos para você escolher o que melhor se adapta ao seu problema.

Tratamentos:

“Melhor prevenir do que remediar”, esse velho ditado funciona como alerta contra essa inimiga terrível que teima em nos perseguir. Então, o certo é hidratar intensamente a pele com cremes e loções, principalmente em pessoas com histórico familiar de estrias. A melhor hidratação é aquela que ocorre de dentro para fora, assim, é importante que se beba pelo menos 2 litros de água por dia, evitar o efeito sanfona e praticar exercícios físicos regularmente.

Se essas desprezíveis marcas já te incomodam, existem alguns tratamentos no mercado que não resolvem 100% o problema, mas amenizam bem o aspecto delas. Selecionamos abaixo alguns tratamentos existentes no mercado.

Peeling - tratamento com ácido que estimula a formação de tecido colágeno, melhorando o aspecto das estrias. É importante que esse tratamento seja acompanhado por um dermatologista.

Mesoterapia - uma substância é injetada com agulhas finas no local da estria estimulando a produção de colágeno, que irá preencher os sulcos já existentes na pele deixando as antigas estrias mais estreitas. Cada aplicação leva em torno de 10 minutos e a duração do tratamento é no mínimo de dois meses.

Laser - indicado para estrias avermelhadas (fase inicial), esse tratamento promove a formação de colágeno, provocando o fechamento dos pequenos vasos. O que faz que o tamanho das estrias diminua.

Skinporation - é um equipamento usado nas clínicas de estética que substitui o uso das injeções aplicando uma substância regeneradora de colágeno por meio de uma corrente eletromagnética que substitui o uso das injeções usadas nas aplicações de mesoterapia.

Veja também:

Receitas caseiras contra as estrias.

Receita I
Esta receita divide-se em três passos: esfoliação, massagem com óleo e tonificação. Esta receita deve ser feita uma vez por mês.

Primeiro passo: Esfoliação
Faça uma gomagem para remover as células mortas.

Receita da gomagem:
Ingredientes
• 2 colheres de fubá
• 2 colheres de aveia
• 2 colheres de germe de trigo
• 4 colheres de água
Preparo
Misture tudo e massageie em toda a região a ser tratada. Em seguida, utilize uma bucha vegetal levemente umedecida e faça movimentos circulares.

Segundo passo: massagem com óleo
Massageie as estrias em movimentos ortogonais à sua direção (fazendo um ângulo de 90 graus entre a direção do movimento e a direção das estrias). Por exemplo, se as estrias forem horizontais, faça movimentos verticais. Os movimentos devem ser fortes e intensos para que a circulação seja ativada. O local ficará vermelho e quente. A massagem pode ser feita com rosa mosqueta ou óleo de germe de trigo. Em seguida, aplique uma máscara de mel puro em toda a extensão tratada e coloque um filme plástico em cima deixando agir por cinco minutos.

Terceiro passo: tonificação
Retire com água corrente e aplique a loção cuja receita está aí em baixo.

Receita da loção:
Ingredientes
• Receita da loção:
• ½ litro de soro fisiológico
• 5 gotas de ginseng
• 2 gotas de própolis
• 5 cenouras batidas na centrífuga.
Preparo
Misture os ingredientes. Com um algodão embebido nesta loção, faça uma aplicação por 5 minutos e deixe a região descansar.


Obs.: Como os ingredientes são perecíveis, nem a loção, nem a gomagem podem ser guardadas para um segundo uso.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.